O tempo é o melhor de todos os mestres

 Era uma vez uma ilha encantada que tinha moradores de nomes muito esquisitos: Alegria, Orgulho, Riqueza, Vaidade, Sabedoria, Tempo, Amor...

Um dia, todos ouviram uma voz dizendo:

- Esta ilha vai ser coberta pelo mar, e vocês devem procurar abrigo no reino da Terra.

Sabendo disso, todos procuraram sair da ilha o mais rápido possível, menos Amor, que preferiu ficar mais um pouquinho, pois gostava muito da ilha.

Quando viu que ia acabar se afogando, Amor foi pedir ajuda. Nisso, passou por ele a Riqueza que não pôde ajudar porque no seu barco só cabia ouro e pedras preciosas. Depois, passou a Tristeza, mas ela estava tão triste que preferiu ir sozinha. Mais adiante, Amor viu a Vaidade, mas, como Amor estava todo molhado, a Vaidade ficou com medo que ele estragasse o seu barco.

A Alegria também passou perto do Amor, mas sua alegria era tanto que nem viu o companheiro.

Quando estava quase se afogando, passou a Bondade, que vinha ajudando a todos os que ficaram para trás. Como o barco da Bondade estava cheio, ela ajudou o Amor a chegar ao barco de um velhinho, que o levou para a Terra. Amor ficou tão feliz com o gesto da Bondade que se esquecera de perguntar o nome do velhinho.

Chegando a Terra, Amor encontrou-se com a Sabedoria e perguntou-lhe:

- Você conhece aquele senhor que me trouxe?

A Sabedoria respondeu:

- Foi o Tempo.

- Só o Tempo tem todas as qualidades capazes de ajudar um grande Amor. E, se precisar, ele também pode trazer a Paciência, o Discernimento, o Perdão, o Aprendizado, a Ajuda... É só deixar o Tempo agir. Ele é o grande amigo de todos.

Do livro: Parábolas do Mundo Inteiro
Dr. Lair Ribeiro - Editora Leitura